“A justiça é uma obra coletiva”

Arbitragem (imagem)Em seu texto “Nova lei de Arbitragem deve ter efeito no longo prazo” Frederico Vasconcelos trata de alguns temas importantes e atuais.

Segundo o autor, a legislação atualizada estimula os meios consensuais para solução de conflitos como a mediação e a conciliação. Acrescento as Práticas Colaborativas como eficiente meio consensual de solução de conflitos.

Questionado sobre o tema, Kazuo Watanabe, um especialista e entusiasta da mediação, afirma que “ainda há uma resistência passiva, desconhecimento das vantagens da mediação, não somente por parte de advogados, mas dos juízes e dos jurisdicionados”. Segundo ele “o marco regulatório da mediação, por si só, não criará uma nova mentalidade; será necessário o Judiciário investir em infraestrutura, adequar os serviços de mediação e conciliação”.

Nesse contexto de meios consensuais, o texto aborda também um aspecto fundamental que é a participação das partes na solução dos conflitos. A mediação e as Práticas Colaborativas colocam as partes como protagonistas na busca de soluções, ou seja, não se delega a um terceiro (juiz ou árbitro) a decisão sobre o caso. É preciso que haja uma mudança cultural e até de paradigma para que cada pessoa envolvida numa situação conflituosa possa participar ativamente na busca de soluções. Isso sempre auxiliada e orientada por profissionais, como advogados e mediadores por exemplo.

A frase do Presidente do TJ-SP, José Renato Nalini, “a justiça é uma obra coletiva” resume muito bem essa nova visão. Todos precisam envolver-se na busca por justiça. Partes, advogados, árbitros, juízes, mediadores e toda a sociedade. Incentivando e trabalhando para que os meios consensuais de solução de conflitos sejam valorizados e implementados de forma efetiva no Brasil é que todos podem ter acesso à justiça.

Segue o link do texto publicado na Folha de São Paulo para leitura na íntegra.

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/09/1678801-nova-lei-de-arbitragem-deve-ter-efeito-no-longo-prazo.shtml

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s